domingo, fevereiro 14, 2010

251-namorados

14 de Fevereiro, dia dos namorados. Fáz 4 anos que me encontrava no Hospital, após o AVC. Recordo, apesar da situação vivida e me encontrar debilitado ter recebido logo pela manhã, um telefonema, em que me era desejado um feliz dia dos namorados.
São gestos deste tipo que me mantiveram de pé.
Hoje, à tarde. ao ver o filme "Doce Novembro" veio à ideia o quão importante é a proximidade entre dois seres, e as mudanças que o amor pode trazer em situações tão adversas como a doença.
No entanto , o grave acontece , pois anda muita vez o amor encapuzado na forma de violencia doméstica, quase sempre entre o silencio de 4 paredes na própria casa, em ambiente familiar.
Apesar dos envolvidos na maioria dos casos estarem ligados pelo casamento, não é menos verdade, que também em pessoas idosas, numa fase da vida em que lhes deveríamos transmitir carinho e amor, são pelo contrário tantas vezes violentadas.
Porque hoje é dia dos namorados, convém não esquecer , divulgar e apresentar queixa da forma de violência entre casais, muitos dos quais acontecendo já em processos de separação litigiosa, mas em que a vítima não pode, por receio, denunciar .
Mas não é só a violência física — quando envolve agressão directa, contra pessoas queridas do agredido ou destruição de objectos e pertences do mesmo;
Existe também a violência psicológica — quando envolve agressão verbal, ameaças, gestos e posturas agressivas, jurídicamente produzindo danos morais; e ainda a violência sócio-económica, quando envolve o controle da vida social da vítima ou de seus recursos económicos., apesar de todos se enquadrarem na expressão "violência doméstica" .
Situações desencadeadas tanta vez, por um mau relacionamento, e que um gesto, um sorriso, um olá, um pedido de desculpas, resolveriam.
Não sou adepto do "ouvir e calar" quando algo pode estar contra os meus princípios e áquilo que me parece ser o mais sensato, sei porém que esse tal sorriso, esse tal abraço , esse tal carinho me ajudou e muito a superar situações menos boas, que tal em nós, como em qualquer casal acontecem ao longo da vida...
Em tom de despedida, o costume de aproveitar esta data para oferecer algo a quem se ama, teve início em 1840, quando Esther A. Howland começou a produzir, em grande quantidade, lembranças para comemorar o Valentine's Day. Este procedimento foi-se alargando a todo o mundo, com o apoio dos lojistas que vêm na data uma boa oportunidade de negócio.
É sempre bom termos alguém ao nosso lado e saber preservar essa companhia para sempre...
Boa semana para vocês
GW

3 comentários:

  1. GW como é Bom ler-te e sentir que Tu sabes entender Todas as "feridas"...Algumas Sim muito escondidas...
    É o Medo que se sente e não Nos deixa por vezes arriscar uma Vida diferente!!!

    Tudo de Bom para Vocês :-)
    Beijito da sp Amiga
    N.Miuda

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. GW, foi sempre bom ter descoberto "um grande blog", ainda bem que este apareceu! É sempre bom dizer aquilo que pensamos e sentimos, nem que para isso recorramos à escrita!

    Fique Bem, Li

    ResponderEliminar