sábado, abril 17, 2010

261-Será suficiente ?

Olá,
A notícia que destaco esta semana, prende-se com o facto de ter existido uma reunião, entre os EUA e a Rússia, onde afirmam os intervenientes, querer (ou pensam) eliminar cerca de 68 toneladas de plutónio, usado no fabrico de armas nucleraes, cujo material serão excedentes dos seus programas de Defesa, e por acordo em protocolo assinado esta terça-feira, em Washington, quando da cimeira sobre a segurança nuclear.
Muito bonitos, sorridentes para as câmaras, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, e o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, actualizaram o Acordo de Utilização de Plutónio de 2000.
Reza o acordo que cada uma destas potências irá (talvez!!) desfazer-se de 34 toneladas de plutónio, o que pelas duas perfaz um total de 68 toneladas.
Afirmam que esta quantidade seria suficiente para o fabrico de 17 mil bombas atómicas.
Mas será que é necessário a existência de bombas atómicas ?
Como dizem, serão menos de 17 mil, mas, e as outras ? As que ficam, as que podem ainda ser construídas ?
Parecem tão "generosos" nestas decisões, o bom seria acordar-se " acaba-se e pronto" .
Basta a existência das que ficam, e do poder em as fabricar, que por 1/2 dúzia que seja , existirem em cada potência nuclear, e o Mundo estará irremediavelmente perdido, se as mesmas forem usadas.
Esta gente anda muito esquecida, ou será que não têm presente, que as mais fracas bombas atómicas de hoje, são 30% mais fortes que as lançadas em 1945 no Japão, e com um poder de destruição imediato difícil de imaginar . E as consequências a médio e longo prazo desses efeitos ?
Parece o Homem esquecer-se dos efeitos de tal destruição, os bombardeamentos de Hiroshima e Nagasaki em que além das cerca de 250.000 vítimas mortais, ficam ainda por contabilizar as centenas de milhar de mortes posteriores , já para não falar em mal-formações genéticas.
Em 1968, é assinado um tratado de Não-Proliferação Nuclear , tratado esse assinado entre Estados soberanos.
Consideravam então os seus signatários esse tratado, como a pedra fundamental para viabilizar o uso pacífico de tecnologia nuclear da forma mais ampla possível.
Hoje, decorridos tantos anos assinam-se acordos para a redução, cerca de 50 anos depois do 1º acordo, quando o que deveria estar em jogo, seria a "proibição total do uso nuclear em qualquer situação que coloque em perigo o Homem, isto é , utilização para efeitos de armamento ou similar".
No entanto a França e a China mostram reticências em rectifica o acordo desse tratado.
É sempre bom e louvável que se faça algo pelo nosso bem-estar. Mas melhor seria que nada fosse necessário fazer e que todos vivessemos em páz e união...
Uma boa semana para todos
Uma abraço / GW

2 comentários:

  1. This will astonish you!
    Please see before you judge!

    ZEITGEIST: ADDENDUM

    http://www.zeitgeistmovie.com/

    Money as debt

    http://www.youtube.com/watch?v=vVkFb26u9g8

    project camelot magnetic motor

    http://www.youtube.com/watch?v=hkgyY47duCM

    Importante please pass forward

    ResponderEliminar
  2. Arierref, pensei em uma maneira de falar e homenagear a todos que tanto vêm me incentivando com o carinho e apoio que me doam.
    Escrevi uma crônica pensando em nós blogueiros. Falei sobre o que penso ser o blog para nós. Você pode concordar ou discordar; pode também acrescentar; mas não deixe de opinar. Leia e entenderá por que a sua opinião é indispensável para mim e para todos blogueiros.

    Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderEliminar