segunda-feira, março 13, 2006

70 - Nem 8 , nem 80 ...

Nesta batalha pelas audiência televisivas, é bom que se façam certos reparos e ter em consideração que todas as críticas são benéficas, não deitando o olho a tudo o que é bom ou mau, mas acima de tudo dizer por nós próprios o que sentimos face a este ou aquele canal, face a este ou aquele programa...
Nem 8 , nem 80... vejamos...
Tem sido notório o esforço feito pelo canal de TV público para ocupar o 2º lugar nas audiências, a verdade é que , na minha opinião entre melhorias visíveis , também haverá reparos a fazer quase como em tudo na Vida.
"Dança Comigo" - Começo por tirar o chapéu ao programa apresentado pela Catarina Furtado, "Dança Comigo" pelo explendor e pela aceitação demonstrada pelos intervenientes, tendo em conta que os convidados a "fazer" par , estão na vida activa vocacionados para outras lides, que não a dança. Não sei o tempo que é dedicado à aprendizagem de cada um e a sua adaptação, pelo que se vê, não será muito o tempo dedicado (para mim seria necessário aí umas 10 vezes mais)...
Preza-me ver a desenvoltura de cada um e em cada tema, a simplicidade aliada a uma graciosidade plena, deduzível de quem andará há muito pelos meandros da dança, mas não, eles são profissionais de outras áreas que tão amávelmente aceitaram o convite e em boa hora o fizeram.
Não posso também de deixar enaltecer a presença sempre afável da apresentadora e o seu sorriso contagiante, típico de uma futura mãmã. Pelo trabalho desenvolvido não só de agora , mas desde o início da sua carreira, eu deixo o meu aplauso.
"Festival da Canção" - Quanto a esta apresentação e seu conteúdo, bem, aqui as coisas piam mais baixinho, não sei o porquê de ao longo de um ano haver canções editadas , bonitas, cuja audição promete dizer algo e fácilmente nos transmitir tudo o que de bom há na música e na letra. Chega-se a um festival e na hora de escolher quem nos representará no Eurofestival e parece que ficamos de mãos atadas, cinjidos a uma dezena de letras e música , que francamente, eu vou ali e já volto...
Mas, no meio de tudo isto o que me saltou fácilmente aos olhos foi a dupla de apresentadores, no seu melhor no aspecto físico, mas na apresentação com muito a desejar. O Eládio Clímaco foi "abafado" literalmente pela Helena Ramos, ela porque queria de forma con´tinuada ser ela a falar e a apresentar, ele, (porque ela não o deixava) limitou-se a repetir uma ou outra palavra final dela.
Bem, não sou crítico de TV , nem o pretendo ser, mas penso que as opiniões são válidas venham elas de onde for, o fundamental é que a minha palavra também seja ouvida como espectador que sou, apesar de tudo sou fan da Helena Ramos desde o início de carreira mas reparos , são reparos, e a estes (aos reparos) deve ser dado o entender ou parecer que cada qual julgar conveniente.
Já agora e em jeito de remate, e isto é para todos os canais de TV, quando passarem legendas em rodapé tenham atenção aos erros que são digitados, palavra sim palavra também e é cada um que nada dignifica quem digita as palavras.


Uma boa semana para todos

1 comentário: