sexta-feira, julho 18, 2008

205 - Parte de mim...

Nada mais gratificante na Vida de qualquer um de nós, que o momento do nascimento de um filho. Fáz hoje 19 anos, que pela segunda vez vivi esse momento memorável, de alegria, de desejo, de sentir, de querer, de amor e de Amar... Momento sublime que gravo na memória destes mais de 1/2 século de vida.
Recordo toda a azáfama dessa madrugada, tendo ficado sem carro num acidente de viação uns dias antes, me vi confrontado no momento com algo que me deixou deveras atrapalhado.
A melhor Parte de mim ...
Seriam umas 2 horas da madrugada quando tive de recorrer aos Bombeiros da Vila para procederem ao transporte da Mãe, grávida em final de tempo, com uma daquelas barrigas, de tamanho tão grande, como eu há muito não via. Tu, mais desejada que nunca, talvez pelo facto de situações de gravidez anteriores, de risco, não suplantadas, desta vez com o acompanhamento adequado e após 14 anos do nascimento do teu irmão, ali estavas Tu, prestes a ver a luz do dia. Desespero meu, as ambulâncias de serviço estavam fora em situações de emergência e não havia transporte para te levar a Ti e à tua Mãe. Como qualquer pessoa em situação de ser pai, fiquei descontrolado, sem saber o que fazer, o Hospital dista 26 Km da nossa casa, e eu aquela hora da manhã sem transporte para Vos levar. Ao passar por casa de um dos meus vizinhos, foi tamanha a algazarra que fiz com pancadas dadas naquele portão metálico, que acordei meio mundo. Valeu-me a prontidão dele, no apoio dado, ao me ceder aquele velhinho Renault 5 , que eu quase fiz voar em direcção ao Hospital, ao mesmo tempo que a Mãe parturiente, cerrava o punho , agarrada á correia de segurança que existia sobre a porta do carro.
Foi o percurso mais intenso que tive até hoje, as minhas preces iam em direcção a Deus, para que não nascesses no caminho, o que faria eu numa situação dessas se Tu resolvesses ali nascer...
Pouco tempo depois de dares entrada no Hospital, nascias, tão linda como a criança mais linda do Mundo, e eu todo babado ali estava com um imenso sorriso de orelha a orelha...
Naquele tempo, várias as situações vividas por nós, quer a saúde da tua Mãe, ainda hoje não ultrapassada por completo, quer a situação mais tarde do teu irmão, associado também a um qualquer isolamento da minha parte, a verdade é que eu consegui ultrapassar "quase" tudo, tendo os olhos postos em Ti, como sendo tu o alento para seguir em frente e que tanta vez me havia fugido nos momentos menos bons, por Ti me agarrei de novo à Vida com a força característica que sempre me foi apanágio, voltando de novo a ter um brilho nos olhos.
Amo-te com todo este Amor que tenho para dar, Amo-te, sobretudo porque és a luz dos meus olhos, Amo-vos meus filhos, porque Vocês são o melhor que algum dia me aconteceu...
Bem hajas filha e sê muito Feliz, não só hoje , dia do teu aniversário, mas todos os dias da Tua Vida
teu papy

2 comentários: