segunda-feira, dezembro 11, 2006

124-Da boca p'ra fora...

Um destes dias procurei sair de casa um pouco, a tarde apresentava-se solarenga e apesar de não conseguir percorrer longas distâncias, não deixo de ir até à papelaria próxima ou mesmo aos correios levantar a correspondência, o que para mim já se torna numa aventura apesar de no total não percorrer mais de 700 metros, que eu na minha delicada passada demoro sempre cerca de 20 minutos , é assim este síndrome da “pdi” aliado ao sucedido meses atrás torna-se quase uma aventura o fazer estes percursos, ainda mais por estas ruas com tanto buraco que mais parecem crateras de pedreira em exploração, mas querer é poder, parar é morrer e não me posso esquecer que ainda tenho uma época por cumprir num doas 3 grandes clubes da 1ª divisão … Sim , porque a minha época no Benfica ficou gorada com a permanência do Simão, mas propostas não faltam e diga-se de passagem que nem sei bem por qual me decidir na hora de o fazer…
_______________________________________________________
Mas, dizia eu, numa dessas pequenas “caminhadas” que faço aqui pelas redondezas da residência, parei um destes dias junto ás escolas primárias onde funciona também em edifício paralelo a pré-escolar. Conversa puxa conversa com uma pessoa amiga, tive conhecimento que havia falta de auxiliares, nomeadamente para cuidar das crianças e colaborar na distribuição e assistência às refeições.
Em breve percebi que alguma coisas não estavam a funcionar conforme direito, pois verifiquei estarem pelo menos duas crianças bastante “choramingonas” sobre o qual procurei saber a razão . Tive oportunidade de “apreciar” o desenrolar de atitudes levadas a cabo por duas das pessoas designadas para “auxiliares” e qual não é o meu espanto quando verifico com os próprios olhos para aquela apresentação desleixada, tão sem brio, a até alguma falta de higiene pessoal, não motivada por razão própria, mas sim imperativo de uma situação profissional própria, não adequada ao momento.
Procurando confrontar com o sucedido uma das responsáveis, entristeceu-me a forma como ela me relatou pormenorizadamente os momentos vividos , e o quanto sofriam na pele o conseguir dar a volta a uma situação de falta de auxiliares aptos e condignos para desempenhar as funções desejadas e exigidas para o conforto das crianças.
Soube então que na falta de essa colocação atempada (que se calhar já não acontecerá este ano) pelos responsáveis da área de ensino, havia a junta de freguesia disponibilizado duas pessoas suas assalariadas , pertencentes á área de limpeza e manutenção urbana para desempenhar funções de apoio junto do serviço pré-escolar, nomeadamente 3 horas por dia , coincidindo com o horário das refeições.
Mas nada demais haveria a relatar , não fosse o modo como estas funcionárias se apresentavam, pois vindo elas directamente da rua onde desempenhavam funções de serventes de limpeza, ali estavam perante as crianças sem sequer se dignarem a substituir a farda que envergavam enquanto “cantoneiras” , trazendo assim para aquele espaço habitado por dezenas de crianças um contributo nada desejável, até mesmo deplorável. Mas não só o modo em como se apresentavam vestidas, até mesmo alguma higiene pessoal descurada para o momento. Chamei a atenção dos responsáveis, os quais lamentaram conforme puderam afirmando tratar-se de ocupação provisória, mas alertando eu para o facto de sobremaneira não justificar aquele tipo de atitudes, ainda mais estando nós perante pessoas adultas e altamente responsáveis perante a sociedade.
O esforço para a situação estar a ser ultrapassada ele existe, pelo menos enquanto não completamente , mas sei que após o alerta essas funcionárias já trocam de vestuário quando prestam o apoio solicitado. Não posso deixar de lamentar no entanto ter sido necessário o facto ter sido presenciado por pessoas externas e estas chamarem a atenção para esse facto quando a responsabilidade de alguém não estaria a ser coloca em prática como seria de esperar, e quiçá continuando a mesma a não ser exercida se não houvesse um alerta para tal…

Votos de boa semana / GW

4 comentários:

  1. Boa noite GW.O que acabei de ler,não é na verdade uma novidade para mim,pois tenho conhecimento de que as serventes de limpeza das juntas de freguesia,exercem por vezes o papel de auxiliares nos estabelecimentos de ensino pre-escolar.Isto é um retrato do nossa país,estamos a falar de crianças,que serão o futuro do mesmo.
    Tanto se fala do desemprego,no entanto,os organismos estatais começam por nos dar este exemplo.Não ponho aqui em causa competencias,pois sei que muitas dessas auxiliares até têm,porque uma criança,não precisa de mais do que carinho,está em causa sim,tal como referiu,o descuido na apresentação e muitas vezes a motivação,pois muitas delas vão contariadas para o exercer desta função,assim como o facto de existirem responsaveis adormecidas,talvez seja o reflexo dos contos(a bela adormecida) que devem ler às crianças...Bem haja GW,por ser uma pessoa atenta,se assim fossemos todos,talvez este país estivesse um pouco melhor.
    Beijnho para si :)

    ResponderEliminar
  2. depois de ler esta noticia ,fiquei sem saber o que dizer,porque no meu ponto de vista há pessoas formadas e muito bem vestidas mas que na prática não ligam nenhuma aos meninos e outras até podem estar mal vestidas e andarem a varrer ruas e quando lhes entregam outras funções mesmo sem canudo e só movidas de sentimentos ou até porque são mães as desempenham bem.
    Não sei se será o caso.
    è o meu parecer.

    ResponderEliminar
  3. boa tarde gw,tinha que te dizer uma coisa:
    adoro a originalidade dos teus titulos,é verdade.

    parabéns pelo que aqui nos ofereces

    H55

    ResponderEliminar