domingo, dezembro 17, 2006

125-Alegria de ser como é...

Hoje trago-Vos algo diferente. Assim deixo algo para os mais jovens, que também servirá de exemplo aos mais crescidinhos que nem sempre se sentem bem pelo aquilo que são e daí não viverem a alegria que deveriam viver sentindo-se como tal. Esta história que aqui fica é uma adaptação de Maria R. do Amaral e é ela uma homenagem a todos os Jovens que me têm lido e/ou contactado através do e-mail do blog.
A todos eu agradeço a força e o apoio demonstrado pois é um previlégio para mim saber que também eles fazem a sua visita ao blog o que se torna muito gratificante... bem hajam
______________________________________________

"O patinho que queria falar"

Era uma vez um lindo patinho amarelo. Um dia ele saiu de casa bem cedinho e foi passear na estrada. A manhã estava clara, o céu azul e havia muitos animaizinhos passeando.
Não tinha ainda dado muitos passos e viu um gato engraçadinho. O gato que era muito bem educado, cumprimentou-o assim:
- Miau, miau!
O patinho ficou encantado e disse:
- Oh! Que modo bonito de falar você tem, Sr. Gatinho. Quem me dera falar assim !
- É muito fácil, patinho, respondeu o gato. Vamos experimentar? O patinho experimentou dizer "miau". Não conseguiu. Experimentou de novo, experimentou muitas vezes! Foi impossível! Então falou:
- É muito difícil, Sr. Gatinho! Isso não é conversa para patinhos! Despediu-se do gato e continuou a passear. Foi andando, andando e encontrou-se com Dona Galinha Carijó.
- Có, có, có, disse Dona galinha. O patinho ficou encantado:
- Oh! Que modo bonito de falar a senhora tem, Dona Galinha!
- Experimente falar assim, patinho. O patinho tentou imitar Dona Galinha. Fez tudo que pôde e nada conseguiu. Depois de algum tempo, já bem desanimado, falou:
- Muito obrigado pela ajuda, Dona galinha, mas isto é muito difícil para patinhos. Despediu-se de Dona Galinha e continuou o seu caminho. Andou, andou e entrou na mata. De repente, ouviu a voz mais linda do mundo:
- Piu, piu, piu!...
- O patinho ficou encantado! Olhou para cima e lá estava, no galho da árvore, um lindo passarinho de penas coloridas.
- Que modo de falar bonito você tem, passarinho! Quem me dera falar como você!
- Experimente, patinho! Experimente falar assim! O patinho abriu o bico. Fez tudo que pôde para dizer "piu, piu, piu!". Foi impossível. Já estava desanimado. Despediu-se e voltou triste para casa. No meio do caminho encontrou Dona Pata.
- Quá, quá, quá, disse a pata.
-Oh! Mamã, disse o patinho. Será que posso falar como a senhora?
- Experimente, filhinho,experimente... O patinho abriu o bico. Que vontade de falar como a mamã ! E se não conseguisse?... Não falou como gato, nem como galinha, nem como passarinho. Será que poderia falar como pato?
Fez um esforço, e...
- Quá, quá, quá... - Muito bem, filhinho ! disse-lhe a mamã pata , toda feliz. O Patinho ficou alegre, muito alegre. Depois, juntinho com a mamã, voltou para casa e a todo instante, abria o bico para dizer mais uma vez:
- Quá, quá, quá...
.........................................................
É bom sentir a Alegria de ser como somos...
Um abraço / GW

5 comentários:

  1. Ora se a historia é pa pecaninos, é pa mim tb q xou Miuda :p
    Prontus não sei fazer miau, nem cócócó, muito menos piu piu e qua qua nem pensarrrr, nã xou pata !!
    Mas, sei ser sempre a mesma Miuda Amiga :-) E como tal aqui estou eu a deixar te uma palavrinha de Amizade e muito carinho q sinto por ti GW, tudo de bom hoje e sempre para TI e para os teus, q seja NATAL todos os dias :-)
    Beijito grande da sempre amiga
    MIUDA

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde GW,cá estou eu novamente,e novamente maravilhada..Acho que esta história
    se adaptará mais aos adultos,pois se soubermos gostar de nós,aceitarmo-nos,tal como somos,saberemos também,passar essa mensagem aos mais jovens.e ajudá-los-emos a sentirem-se felizes e seguros na sua imagem e no seu ser.Obrigada por me proporcionar momentos maravilhosos quando regalo meus olhos no que aqui escreve.
    Aproveito,para lhe desejar um feliz natal,assim como a todos os que lhe são mais queridos,beijinho

    ResponderEliminar
  3. simplesmente divinal......

    mais uma vez obrigada pelos bons gostos.para ser sincera este é o blogue mais completo k algum vi.
    prima pela originalidade das postagens.

    parabéns

    ResponderEliminar
  4. Que ternura! Isto sim é magia de Natal! Eu sou feliz, por ser como sou. Boas festas! Isa

    ResponderEliminar