segunda-feira, janeiro 08, 2007

129-Diz-me espelho meu... (parte I I )

Depois de na semana passada ter escrito aqui sobre a anorexia, fui alertado e muito bem por um leitor de que não só a anorexia é o resultado de uma fuga a uma alimentação cuidada e suficiente, mas também a bulimia , ou bolimia (a designação encontra-se em muita documentação usando os dois termos), dizia eu, esta doença também ela uma adição, nos pode transportar para situações dramáticas se não formos alertados para tal e conhecermos no mínimo pormenores que nos levem a alertar para a existência da mesma em algum familiar ou conhecido.
Muito se falou nas ultimas semana sobre o problema da anorexia , o qual ocupou durante dias as páginas jornais e/ou programas de televisão, nomeadamente os noticiários, os quais tristemente nos deram a conhecer a morte de pelo menos três jovens a raiar a adolescência, mas também a bulimia os atraiçoa.
_______________________________________________________
A Bulimia
Na maior parte dos casos a situação advém de uma teimosia em conseguir o corpo julgado perfeito, tese mais que defendida pelas agencias de modelos e na forma como estas tratam de um assunto tão delicado, relegando muitas vezes para segundo plano a própria saúde.
Se é urgente rever e estudar os comportamentos de quem enverada por um caminho que leve à bulimia ou à anorexia , também é sériamente necessário que se mudem as mentalidades de quem lida de perto com estas situações e angareia as candidatas a modelo.
As características principais de um estado de Bulimia nervosa, está associada a compulsões periódicas, utilizando métodos divergentes para evitar que o corpo ganhe peso, depois há todo um mal estar sentido pelo adito em que ao fazer uma auto-avaliação se torna fácilmente influenciado pela forma e pelo peso do seu corpo, objectivo esse que o adito julga ser o ideal.
Tudo acontece quando estamos perante uma ingestão compulsiva, num determinado período de tempo, em que na maioria dos casos é ingerida uma quantidade de alimentos superior àquela que a maioria consumiria em situação identica. Quase sempre o adito á bulimia inclui doces e alimentos cujo valor em calorias é elevado. no entanto é mais caracterizado pela anormal quantidade de alimentos que ingere , apesar de quase sempre sentirem vergonha dos seus actos e das compulsões caracterizadas por consumo rápido dos alimentos.
Uma outra característica na bulimia nervosa é o uso recorrente de comportamentos compensatórios inadequados para prevenir o aumento de peso. Muitos pacientes com Bulimia Nervosa empregam diversos métodos em suas tentativas de compensarem a compulsão periódica. A técnica compensatória mais comum é a indução de vómito após um episódio de compulsão periódica. Este método purgativo é empregado por 80 a 90% das pessoas quando lhes é dado um encaminhamento á recuperação, os quais com receio de aumentar o peso actuam desta forma provocando sistemáticamente o vómito. Os efeitos imediatos do vómito incluem alívio do desconforto físico e redução do medo de ganhar peso. Quase sempre este acto se torna um objectivo em si mesmo, de modo que a pessoa come em excesso para vomitar ou vomita após ingerir mesmo uma pequena quantidade de alimento.
Tal como já havia escrito quando me debrucei sobre o problema da anorexia também neste caso é muito importante estar atento a qualquer situação fora do normal que possa estar a surgir com quem nos redeia.
Um Abraço com Amizade
GW

5 comentários: