domingo, maio 20, 2007

149-duas peças, três €uros...

Tinha acabado de dar mais uma volta na cama, apesar de o dia raiar já pelos intervalos do estore, mal fechado de véspera, meio inconformado com o barulho que já se fazia ouvir , tal como acontece todos os Domingos na feira semanal onde , romarias de vendedores e compradores de tudo e mais alguma coisa se reunem naquele largo agora melhoradao, logo ao nascer sol, onde as tendas e as bancas proliferam como cogumelos.
Os ponteiros do relógio , deveriam andar pelas 6h; 30mn , e a custo acabei por dar uma espreitada, cujos reflexos do Sol que despontava acabaram por me despertar; - Afinal de contas , já não adiantava ficar ali deitado, pois não era com aquela barulheira que voltaria a cerrar os olhos.
O início do dia convidava a uma caminhada, coisa a que ultimamente não tenho faltado. É verdade, que bem me tem feito estas saídas, os três da vida airada, eu , a cara-metade e o inseparável cão, o Fredy, que tanta dor de cabeça tem dado pelo nome que tem... É que no prédio em construção ao lado, há um operário que também é Fredy, e sempre que chamamos o cão, ou o repreendemos, é sempre o homem que responde , chegando até a ser quase "chacota" dos companheiros.
No regresso da caminhada, ao passar pela feira, já o cheiro a entremeada e a febra assada paira no ar, ai que bem me sabia , mas há contenções e as mesmas devem ser respeitadas. Uma banhoca de fugida para ficar fresquinho após 90 minutos de caminhada, até que desejo visitar a feira, para adquirir uma árvore, mais propriamente uma figueira que há muito quero ver plantada no quintal. Não sei se a mesma se vai dar, lembro que ainda há quatro anos arranquei as árvores que tinha por terem todas apodrecido na raíz devido a água em exagero no solo.
Cerca de 400 metros separam a minha casa do recinto da feira, agora mais arrumadinho desde que lotearam o espaço, e colocaram ordem na disposição dos artigos expostos. Ali se encontra de tudo, desde fruta, pão, charcutaria, plásticos, roupas, até lenha e outras mercadorias de maior porte, alfaias agrícolas e afins, sem esquecer os mais que muitos marroquinos e chineses, e como não posso esquecer as duas peças , um euros, tão apregoadas, numa tão variada contrafacção, mas sinceramente se não fossem esse produtos, quem poderia adquirir artigos tão dispares, em condições razoáveis a baixo custo ?
Antes de passar pela zona de venda de plantas e árvores, perco-me um pouco pelas infindáveis esplanadas de comes e bebes, onde apesar de estarmos a meio da manhã, já se fáz fila para o frango assado e o entrecosto, onde não há uma mesa vaga, onde é um ver se te avias, com muita espera para comer uma febra no pão e beber um branquinho.
O tempo tem estado agradável, e a passagem para as Praias, fáz com que a paragem na feira seja obrigatória, onde se fáz o abastecimento para o almoço em pic-nic que se avizinha, quanto mais não seja para comprar um melãozito que tão refrescante será na hora do aperto do calor...
Sinto-me bem entre este reboliço, o olhar perde-se na imensidão de coisas expostas, os amigos (re)encontram-se, a conversa é posta em dia, havendo sempre motivo para uma risota , ou mesmo para deambular estes olhos arregalados por uma ou outra situação que perdoem-me as senhoras , nos fazem sentir bem e de bem com a vida.
E pronto, a figueira está comprada, resta-me ir embora que a hora do almoço está próxima, e esperar que ainda tenha eu tempo de saborear os pingo-de-mel , que ela der...

Boa semana a todos,

5 comentários:

  1. olá, tal como tu também gosto de passear pelas feiras ao sábado ou Domingo, consoante o local.
    Cá para estes lados a vida é mais cara pelos vistos, pois o pergão que soa mais alto é: 5 aereos. tudo a 5 aereos, como me delicio a ouvi-los, e volta na volta lá vai mais uma saia para a menina, que isto de crescer rápido tem as suas despesas extras.
    Amigo, estou contigo nas espera dos pingo mel, ADORO.
    Ainda gostava de saber quem inventou o ditado que diz mais vale pão duro que figo maduro. Só podia tar parvo ahahahha
    beijos

    ResponderEliminar
  2. Huuuuuuuummmmmmmm que bem me cheira aqui a essas febras General, que gostosinho, huuuummmmmm
    ****************

    ResponderEliminar
  3. Xiiiii como eu gosto de ir ás feiras,,,aqui tb vou quase todos os Sábados, até arranjei lá 2 apaixonados,,,1 é Xinoka outro é 1 Lelo todo jeitoso,,o Xinoka adora me pois sou a sua cliente favorita na compra de pilhas,,o mesmo nao posso dizer da mulher dele,,xiii a Xinoka olha me com os olhos em bico,,mas tb é kida,,,o Lelo , esse então é o meu preferido, pois há 15 anos q sou cliente dele,,bem dele e da mulher ,,uma cigana linda :-)
    Bem GW espero q a "figueira" dê fruto,,adoroooo figo(s) sejam eles com pingo ou sem rsrsrs
    E aqui fica mais um ditado popular :
    " Não olhes para mim não olhes
    Que eu não sou o teu amor
    Eu não sou como a figueira
    Que dá fruto sem flôr"

    Beijo grande da sp Amiga
    Miuda

    ResponderEliminar
  4. Amigo, tu arranjas cada uma, eu não fiquei a pensar nas febras nem na entremeado, estou mesmo virada é para o melão fresquinho, aiii a minha vida.
    Ah e conta cmigo para os figos lol.
    Beijo,
    Xuva

    ResponderEliminar