sábado, julho 21, 2007

158-a net, o chat e eu...

Li algures um artigo recente o qual relatava usos e abusos de pessoas que nunca chegaremos a conhecer pessoalmente, as quais , na Net, invadem as salas de conversação dos chats, trazendo consigo a pior e mais maléfica das intensões na aproximação que fazem aos usuários desseas mesmas salas.
A experiência pessoal de largos anos de intervenção nesta forma de lazer, apesar de fiel a um único tipo de sala, deu-me razão para ter uma impressão positiva quanto ao que se fáz, quanto ao que se quer, quanto ao que se é cá "fora" e lá "dentro"
Também na Net se conquistam amigos. Amigos que com o passar dos tempos vamos passar a recordar com um "A" no início da palavra. No nosso país e segundo um estudo recente feito por uma empresa de sondagem de opinião, mais de 2,3 milhões de internautas visitaram comunidades virtuais a partir de casa durante o primeiro semestre deste ano . Uma grande parte, optará por uma permanência que o leve a desfrutar de alguns momentos de alegre cavaqueira, utilizadores que vêm os chats como uma sala de leitura, um café, um bar, onde trocam palavras, muitas delas com um retorno de conforto em momentos menos bons.
Segumdo o estudo realizado e passo a citar " entre Janeiro e Junho de 2007, foram 2.344 mil os residentes no continente com quatro e mais anos que acederam a sites de comunidades virtuais quando navegaram na internet a partir de casa, um valor que corresponde a 77,6% dos internautas desse período. No primeiro semestre deste ano, foram visitadas mais de mil milhões de páginas de comunidades virtuais, uma média de 465 páginas por utilizador. Neste período, os portugueses dedicaram a estes sites mais de 7,5 milhões de horas, uma média de 3 horas e 14 minutos por utilizador.
Os dois sexos mostraram um padrão de acesso semelhante. No entanto, as mulheres lideraram entre as 11h00 e as 23h00. A partir dessa hora e durante a madrugada, os homens apresentaram uma taxa de acesso superior. " Pergunto:- entre tantos utilizadores , será que não há veraddeiros amigos por cá.... Será que é tudo ao molho e fé em Deus ?... Não medirei todos pela mesma bitola, eu sou o que fui, o que sou, e o que quero ser... e não estou a falar só de "virtualismos" , pois conheço pessoalmente cerca de 80% das pessoas com quem teclo em sala aberta.
As intensões e o porquê , são muito variadas, há quem o faça para conversar, conviver , dentro de uma amizade que como outra pode-se tornar numa boa e grande amizade. Há os que procuram as salas numa ânsia de conseguir um encontro íntimo, há também quem o faça, e que não querendo dar muito de si , não passe do estritamente virtual, e depois, bem depois há os que se escondem por detrás de um nick-name para contrariar tudo e todos, relegando para segundo plano o quanto nós somos humanos...
Iniciei-me nestas andanças em 1997 e, sinceramente fez-me bem, particularmente a viver uma situação de sáude dramática (hoje ultrapassada) por parte do meu mais próximo familiar, foi num chat que encontrei forma de "despejar" tudo o que cá dentro me fazia sofrer no dia-a-dia. Pessoas que eu não conhecia, muito menos fazia ideia de como eram e me deram a mão, através de uma palavra amiga, num consolo que não encontrei ao meu redor, simplesmente porque as pessoas hoje se preocupam mais com as coisas, do que com as próprias pessoas.
Perguntarem se é só isso para mim uma sala de chat.... não, não é, também eu com o rolar dos anos notei que a aproximação em termos de amizade colorida e consequentemente desejo por outrém é uma realidade em termos de "virtualidades" que mais tarde são transpostas para o real. A verdade porém , é que mesmo sabendo de tanta coisa menos boa que digam sobre as salas de chat, nem todos somos iguais, e sabemos que encontrando ali de tudo e de todos, só temos que ter os pés bem assentes no chão e saber verdadeiramente o que desejamos com a nossa presença ali, mas sempre sem magoar, seja de que maneira for quem também nas salas marca presença, não esquecndo que a amizade não se roga, não se compra , não se implora, ela se conquista a cada momento e somos nós que a devemos merecer por parte de terceiros.
A minha experiência diz-me que "teclando" eu com todos , partindo do principio que há sempre uma primeira vez, só passarei desse momento se o desejar fazer, sei de ante-mão que na maioria das vezes quando alguém se dirige a nós com intensões do nosso desagrado ou frases intoleráveis, e em que somos nós próprios que tanta vez alimentamos a fogueira , retorquindo e criando um diálogo de resposta-contra-resposta que quase sempre nos leva a momentos indesejáveis, dando azo a que quem está do outro lado , nessa troca de palavras vá ficando a saber mais de nós, e mais tarde utilizar esse "saber" contra nós , logo que as suas intensões não sejam satisfeitas.
Talvez se não dermos "trela" a proporcionar conversas que não nos interessam, consigamos que esses usuários de desagradáveis comentários, mais tarde ou mais cedo se afastem , ou simplesmente se calem e ponham eles em acção uma melhoria das suas atitudes para com os outros...
Boa semana para todos

5 comentários:

  1. olá,gostava de saber como consegue escrever com tanta clareza o que se passa por lá eu sinceramente gosto de ir lá em principio começei a ser eu mesma agora tento me esconder um pouco pressisamente por o que voçe disses quanto mais sabem de nos mais nós votam a cara,encontro por lá algumas vezes só que ainda não foi possivel ter uma conversa de amigos,por falar em amigos será que e assim tão dificil fazer?
    eu sou a gotadechuva quando eu entro e falam para mim eu tkl quando vejo que estou a mais retiro-me e chatear sim ja me chateei com um nik memos educado quanto toda a sala via e nada fez é isso a amizade que fala?pois eu preço muito a educaçao e quando são malcriados para conigo tento saber o que fiz.não falan-do do que se vai passando por lá que voçe bem deve saber.
    gosto imenso de o visitar tem as palavra certas e sabe escreve bem por favor continue fique bem :))**

    ResponderEliminar
  2. "Acima de tudo, na vida, temos necessidade de alguém que nos obrigue a realizar aquilo de que somos capazes. É este o papel da amizade".
    (Emerson )

    Amigos conquistam se em qq parte do mundo!

    Net/chat's = Apenas mais um espaço desta "selva" a que chamamos de Vida, onde o "Bom" e o "menos Bom" existe, cabendo a cada um escolher o seu caminho....e os seus Amigos !! Eu escolhi o/s meu/s :-)

    GW ... beijinho..mais palavras para quê?! És Amigoooooo

    Bom Domingo pa Todos
    Sp Amiga
    Miuda

    ResponderEliminar
  3. A.M.S (FdeLiz)8:36 da manhã

    é assim meu amigo, há quem frequente a Net para toda a condição, Há os que teimam no que pensam, acabando por fazer exigências, julgando que como eles , os outros vêm à Net com intuito de arranjar um escape à falta de afecto enquanto jovens e se os seus intentos não são conseguidos, descarregam em tudo e todos, como se só o que eles desejam seja importante. Quando não lhes é favorável , desatam ao "pontapé e á estalada" , com palavras agressivas quer em sala aberta, quer no painel de mensagens .
    Refiro-me assim, pois também eu frequento a mesma sala que tu , e digo, a mim,nestes anos todos , só têm aconteceido coisas boas, conhecimentos de pessoas de quemn gosto e com quem me identifico, Chat , não é sinónimo de sals de emgate, é muito mais que isso , e quem aqui vem por bem, não receia expor-se e falar de si, sem ter de recorrer a mentiras, quanto muito poderá omitir, mas nunca ter comportamentos abusivos como alguns têm. Quem age por mal, tem família e concerteza não gostaria de ser molestados, nem eles , nem as suas famílias ou amigos, da mesma forma que o fazem a outros na sala de Chat.

    A.M.S.

    ResponderEliminar
  4. Parabéns GW pelo seu texto, que tão bem elucida a realidade virtual, da qual todos os frequentadores fazem parte, quer passem lá simples minutos, quer lá passem horas.
    Infelizmente , o espectáculo que actualmente se verifica em algumas das salas é deplorável.
    Não há respeito nem civismo, e no final é tudo medido pela mesma bitola.
    Eu conheço as minhas intenções quando frequento a sala, mas a minha liberdade tem de ter em conta o respeito e a liberdade dos outros.
    Não é a maltratar as pessoas/nicks, que se chega a consensos. Haja respeito por tudo e por todos independentemente das intenções que os levam a frequentar as salas de chat.
    Não somos perfeitos e cada um de nós tem virtudes e defeitos, que é preciso ouvir e respeitar.
    É lamentável que se esteja a passar tão triste espéctaculo numa sala que sempre considerei de nicks maioritariamente educados, simpáticos e acolhedores.
    Infelizmente há sempre quem use e abuse das más intenções que possui.
    A si GW, um enorme bem haja, porque mesmo estando eu na percentagem daqueles que são virtuais e não conhece(os tais 20%), consigo perceber que por trás do seu nick se encontra uma grande nobreza de carácter.
    beijinho
    bell@

    ResponderEliminar