quarta-feira, outubro 12, 2005

6 - Menina dos Olhos Azuis e Cabelos cor de Oiro...

Menina dos Olhos Azuis e Cabelos cor de Oiro ...

Venho partilhar convosco algo que me está a deixar perturbado e que não me deixou dormir esta noite e, que , antecipadamente já me deixa uma grande Saudade.
Apesar de não ser nada de grave, é este episódio muito importante, e está a mexer muito comigo, poderão apelidar-me de "lamechas" mas é assim que sou , é assim que me dou...
Desde o Verão de 2004, frequenta a minha casa, quase permanentemente, a S... uma menina de 3 anos, linda , de olhos azuis e cabelos cor de oiro.
Neta dos vizinhos da frente, ela se viu afastada dos Pais, por motivos profissionais destes (encontram-se no Luxemburgo).
Por problemas de saúde, minha mulher, se viu reformada antecipadamente, e aí a frequência da S... se tornou num hábito, de horas seguidas, quase em permanência total, criando uma afinidade sem fim entre nós, fazendo parte de uma família que ela buscava em nós.
Talvez tenhamos nós olhado ao longo destes meses, para ela, como uma neta que tarda em chegar, sei também que ela nos cativou pela sua alegria contagiante, é certo que os momentos passados entre nós se têm traduzido num bem estar constante, em que até os momentos menos bons, provocados pela falta de saúde, são praticamente nulos perante tanta energia, transmitida por essa criança de apenas 3 anos.
Agora, o momento da separação torna-se inevitável, amanhã a S... parte para o Luxemburgo, esses momentos bem passados vão rarear, é quase como que a solidão se instalasse junto de nós.
Os filhos estão crescidos, o tempo passa demasiado depressa, quase nem temos tempo, para ter o nosso próprio tempo e, quando damos conta de situações semelhantes, no momento da partida rolam as lágrimas em nossa face e é como algo de nós se afastasse.
É certo que ela estará bem melhor com os Pais, é certo que ela se ambientará ao que de novo vai surgir em sua vida, é certo que também ela na sua inocência sentirá Saudade, essa não passa despercebida em sua face apesar da tenra idade, a qual será compensada pela presença dos Pais.
É usual dizer-se, que um Homem não chora, mas a verdade é que sou um "choramingas" e não consegui por momentos, deixar cair uma lágrima, ao despedir-me hoje de manhã, quando saí para a empresa.
O afecto, o carinho, a amizade, as brincadeiras, o sorriso, tudo está guardado cá dentro desta caixinha em meu peito, que hoje bateu forte demais quando a beijei.
Bem, é lógico que se vão interrogar o porquê deste meu estado de espírito, o porquê do fazer aqui esta partilha, mas acreditem , nada melhor do que falarmos ou escrevermos, o que nos vai na alma a cada momento...
E eu, estou assim, tão cinzento como o dia de hoje se apresenta.

O Postal inserido foi retirado da Net

----------------------
beijocas & abraços

2 comentários: