quarta-feira, dezembro 21, 2005

50 - Saber Escutar (Parte 1 de 3)

"O pior surdo é aquele que não quer ouvir" (ditado popular)
Psiu - alooô - sim, é com você mesmo; escute o que eu tenho para falar. Eu sei que escutar as pessoas nem sempre é fácil, e que às vezes é tão chato aguentar o falatório que dá até vontade de usar um protector auricular só para nos proteger do massacre verbal. Com o tempo, vamos nos cansando tanto de algumas conversas que até corremos o risco de generalizar e nos fechar para quase todos aqueles que desejam falar conosco. Por esse e por outros motivos, as pessoas efetivamente não sabem escutar.
Escute...
Pesquisas recentes indicam que, de maneira geral, usamos apenas 25% da nossa capacidade de audição, e segundo estudo realizado pelo pesquisador Larry Barker, depois de dois meses, se a comunicação for de muito boa qualidade, do total ouvido só 25% serão lembrados. Ora, direis, não me venha com aquela velha história de que Deus dotou o homem com uma boca e dois ouvidos para que ele pudesse ouvir mais e falar menos, porque já está muito batida e todo mundo já sabe. Eu não ia citar, mas já que você mencionou, o registro está feito.Não vamos discutir esses detalhes, o que importa na verdade é quais as vantagens, quais os benefícios que você terá aprendendo a ouvir melhor. Posso garantir que essa habilidade irá ajudá-lo a desenvolver e afirmar sua carreira profissional e as suas relações sociais.
Porque temos dificuldade para escutar
Existe uma grande diferença entre ouvir e escutar. Ouvir é apenas uma atividade biológica, que não exige maiores esforços do nosso cérebro, enquanto que escutar pressupõe um trabalho intelectual, pois após ter ouvido, é preciso interpretar, avaliar e reagir à mensagem.Você acha essa discussão desnecessária? Para ser sincero eu também penso que essa polêmica do que chama o quê não leva a nada; tanto que alguns autores até afirmam o contrário - o que para nós é ouvir, para eles é escutar, e vice-versa. O importante neste momento é saber que estaremos analisando a actividade da audição que põe o cérebro para funcionar e agir.
As palavras perdem a corrida para o pensamento
Diferentes estudos mostram que o nosso pensamento trabalha numa velocidade 4 vezes mais rápido do que as palavras transmitidas oralmente. Pense na ociosidade da nossa mente quando estamos ouvindo alguém falando. Ele vai precisar de 1 minuto inteiro para expressar o que podemos compreender em 15 segundos. Temos 45 segundos para nos envolver com divagações alheias ao que está sendo comunicado. Como consequência, depois de algum tempo, podemos ficar entediados e em muitas situações deixamos de ouvir o que estão falando. Esse fenomeno, da diferença da velocidade do pensamento e das palavras, talvez ajude a explicar também porque as pessoas, na sua grande maioria, sentem muito mais prazer em falar do que em ouvir.
(este é um texto que dividi em 3 partes, cujas seguintes serão publicadas nos próximos dias)
foi e é permitida a reprodução destes textos desde que citada a fonte www.polito.com.br Professor Reinaldo Pinto e ainda Blog do GW
_______________________
Um Abraço a Todos / GW

2 comentários: